Download E-books Joseph Anton: Uma Memória PDF

By Salman Rushdie

No dia 14 de Fevereiro de 1989, Dia dos Namorados, Salman recebeu um telefonema de uma jornalista da BBC a dizer-lhe que fora «condenado à morte» pelo aiatola Khomeini. period a primeira vez que ouvia a palavra fatwa. O seu crime? Ter escrito um romance intitulado Os Versículos Satânicos, que period acusado de ser «contra o Islão, o Profeta e o Alcorão». Assim começa a extraordinária história de um escritor obrigado a passar à clandestinidade, mudando de casa para casa, com a presença constante de uma equipa de proteção policial armada. Pediram-lhe que escolhesse um pseudónimo pelo qual a polícia pudesse tratá-lo. Ele pensou nos escritores de que mais gostava e em combinações dos seus nomes; ocorreram-lhe então Conrad e Tchékhov - Joseph Anton. Como vivem um escritor e a sua família com a ameaça de assassínio durante mais de nove anos? Como continua ele a trabalhar? Como se apaixona e desapaixona? Como é que o desespero molda os seus pensamentos e acções, como e porquê tropeça, como aprende a ripostar? Nestas notáveis memórias, Rushdie narra pela primeira vez essa história: a história de uma das batalhas cruciais do nosso pace pela liberdade de expressão. Fala das realidades, umas vezes sinistras, outras cómicas, da coabitação com polícias armados e dos estreitos laços que se forjaram com os seus protetores; da sua luta para obter o apoio e a compreensão de governos, chefes de serviços de informações, editores, jornalistas e colegas escritores; e de como recuperou a liberdade. Este é um livro de excecional franqueza e honestidade, empolgante, provocatório, comovente e de important importância. Porque aquilo que aconteceu a Salman Rushdie foi o primeiro ato de um drama que continua a desenrolar-se todos os dias algures no mundo.

Show description

Read or Download Joseph Anton: Uma Memória PDF

Similar Autobiography books

An Autobiography

Agatha christie died on 12 january 1976, having develop into the best-selling novelist in historical past. Her autobiography, released in 1977 a 12 months after her dying, tells of her interesting inner most existence, from early formative years via marriages and international wars, and her reports either as a author and on archaeological expeditions along with her moment husband, max mallowan.

The Path to Power

In a prequel to The Downing road Years, Thatcher describes her adolescence, Oxford schooling, early access into politics, and upward push to strength in Parliament, sharing insights into the affects that formed her existence and political profession. 250,000 first printing. $200,000 ad/promo. travel.

American hunger

American starvation, the second one a part of Richard Wright's autobiography, makes a speciality of his lifestyles in Chicago, Illinois, from 1927 to 1937. The e-book used to be written in 1944

Alone Together: My Life with J. Paul Getty

It was once 1935. Flame-haired Teddy Lynch entire making a song "Alone jointly" on the swanky nightclub the recent Yorker and left the level to discover a captivating stranger at her associates' desk. It used to be Jean Paul Getty, enigmatic oil rich person and America's first billionaire. In her passionate, unflinchingly sincere memoir of 2 outsize lives entwined, Theodora "Teddy" Getty Gaston—now 100 years old—reveals the glamorous but painful tale of her marriage to Getty.

Extra info for Joseph Anton: Uma Memória

Show sample text content

No entanto, não havia nenhuma droga escondida e o jovem redator publicitário foi autorizado a entrar no reino mágico. Quando finalmente chegou a Nova Iorque, foi incitado, na sua primeira noite na cidade, a envergar o mais estranho dos uniformes, fato e gravata, para que os amigos pudessem levá-lo a tomar uma bebida no bar home windows of the realm, no cimo do international exchange middle. Foi a sua primeira e inesquecível imagem da cidade: aqueles sólidos edifícios que pareciam dizer Estamos aqui para sempre. Quanto a ele, sentia-se dolorosamente temporário. A sua vida privada com Clarissa period feliz e isso tinha acalmado um pouco a tempestade que grassava dentro dele, ao passo que outro jovem poderia sentir-se satisfeito pelo facto de lhe correr bem o emprego. As perturbações da vida inside, porém, os seus repetidos malogros na tentativa de ser, ou passar a ser, um escritor de ficção decente e publicável, dominavam os seus pensamentos. Resolveu não atender às muitas críticas que outros tinham feito às suas obras e fazer ao invés a sua própria crítica. Começava já a perceber que aquilo que havia de errado na sua escrita period o facto de haver nele qualquer coisa errada, qualquer coisa mal delineada. Se não se tinha twister o escritor que pensava ter talento para ser, period porque não sabia quem period. E aos poucos, do seu ignominioso lugar do fundo da panela literária, começou a compreender quem poderia ser essa pessoa. period um emigrante. period um daqueles que tinham vido parar a um lugar que não period o lugar onde principiara. A emigração arrancava todas as raízes tradicionais do ser. O ser enraizado florescia num lugar que conhecia bem, entre pessoas que o conheciam bem, seguindo costumes e tradições com os quais ele e a sua comunidade estavam familiarizados, e falando a sua própria língua entre outros que faziam o mesmo. Destas quatro raízes – lugar, comunidade, cultura e língua –, ele perdera três. A sua amada Bombaim já não lhe period acessível; na velhice os pais tinham vendido o lar da sua infância sem discussão e haviam misteriosamente levantado arraiais para Carachi, no Paquistão. Não gostavam de viver em Carachi; porque haviam de gostar? Estava para Bombaim como Duluth estava para Nova Iorque. Além disso as suas razões para se mudarem não soavam a verdadeiro. Segundo diziam, sentiam-se cada vez mais estranhos na Índia como muçulmanos. Queriam, diziam eles, arranjar bons maridos muçulmanos para as filhas. period desconcertante. Depois de uma vida inteira de feliz irreligiosidade, usavam fundamentações religiosas. Não acreditou nem pouco mais ou menos neles. Estava convencido de que devia ter havido problemas de negócios, problemas de impostos ou outros problemas do mundo actual que os haviam levado a vender a casa à qual estavam ligados e a abandonar a cidade que amavam. Havia nisto qualquer coisa que cheirava a esturro. Existia um segredo que não estava a ser contado. Por vezes ele dizia-o aos pais; eles não respondiam. Nunca solucionou o mistério. O pai e a mãe morreram sem admitir que existia qualquer explicação secreta.

Rated 4.48 of 5 – based on 23 votes